Evento faz conscientização sobre mudanças climáticas

[7/4/2008] A Divisão de Recursos Humanos do Hospital das Clínicas (HC) da Unicamp, em parceria com o Caism, Gastrocentro, FCM, Cecom, Hemocentro, DGRH, Funcamp e com o apoio do GGBS, abriu hoje, no auditório da Faculdade de Ciências Médicas (FCM), o Dia Mundial da Saúde. A data foi instituída já em 1948 pela Organização Mundial da Saúde (OMS). O enfoque deste ano são as mudanças climáticas.

Segundo a OMS, tais mudanças deverão afetar 150 milhões de pessoas no mundo e, em países tropicais, como o Brasil, doenças como a dengue e a asma já são epidêmicos. “É necessário cuidar do meio ambiente. O descuido com a Floresta Amazônica é sério e está diretamente ligado à saúde”, comentou durante o evento o superintendente do HC, Luiz Carlos Zeferino. Há anos ele é associado ao Greenpeace.

A coordenadora do Cipoi e do Centro Infantil ‘Dr. Domingos Boldrini’, Silvia Regina Brandalise, que representará a Unicamp junto à OMS nas áreas de meio ambiente e câncer, precisou ‘mergulhar’ nos hábitos alimentares, atividade sexual, esportes e epidemiologia genética da população para entender essa relação. “Precisamos criar, dentro da medicina e da enfermagem, um grupo multiprofissional para a preservação da saúde física, mental, social e ambiental onde o homem está inserido”, sugeriu ela.

O pró-reitor de Extensão e Assuntos Comunitários (Preac), Mohamed Habib, alertou em sua palestra – “Aquecimento global: abrindo as portas para doenças humanas” – para a falta de atenção aos recursos naturais e à produção de lixo e objetos poluentes. “A natureza tem uma margem de tolerância para se recuperar. Se a temperatura do planeta ultrapassar 42ºC, a vida poderá desaparecer. Somos os seres vivos mais capacitados, mas também os mais frágeis”, disse.

As comemorações do Dia Mundial da Saúde prosseguem até amanhã em diversos locais da Unicamp. A data deve integrar o calendário anual da Universidade, conforme Edison Lins, coordenador do GGBS. A coordenadora da Divisão de Recursos Humanos do HC, Flora Marta Giglio Bueno, destacou que, além da confraternização da comunidade universitária, os dois dias de evento trarão orientações acerca da qualidade de vida.

Estão programadas atividades manuais, oficinas terapêuticas, peças de teatro, exames de saúde, palestras, exposições e música. A programação completa está disponível no site do GGBS. O Dia Mundial da Saúde é aberto à comunidade.
(Edimilson Montalti)
Foto: Antônio Scarpinetti
Edição de imagem: Natan Santiago

Fonte: Portal Unicamp



var nMaxPosts = 5; var sBgColor; var nWidth; var nScrollDelay = 175; var sDirection=”up”; var sOpenLinkLocation=”S”; var sBulletChar=”♥”;

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: