Alimento primordial

function mxclightup(imageobject, opacity){ if (navigator.appName.indexOf(“Netscape”)!=-1 &&parseInt(navigator.appVersion)>=5) imageobject.style.MozOpacity=opacity/100 else if (navigator.appName.indexOf(“Microsoft”)!= -1 &&parseInt(navigator.appVersion)>=4) imageobject.filters.alpha.opacity=opacity }
sunburger.jpgAutor: Dr. George Guimarães

O crudivorismo é um movimento que prega o consumo de alimentos estritamente crus, mas nem por isso deixa de contar com uma culinária gourmet

As pessoas que seguem esse movimento podem se alimentar de forma muito simples, consumindo frutas, castanhas, vegetais frescos, grãos germinados, etc. As cozinhas abrem mão do forno e do fogão, mas, em contrapartida, estão devidamente equipadas com desidratadores e processadores de alimentos. É uma culinária que exige muita criatividade.

Em restaurantes crudívoros, os chefs transformam alimentos crus em tortas, bolos, espaguetes e hambúrgueres. É dessa nova tendência que vamos falar, com um passeio pelo sofisticado mundo crudívoro de Nova Iorque, atualmente o principal centro de difusão dessa idéia e que já conta com 7 restaurantes que servem estritamente preparações sem o uso de calor.

Como tudo começou

O movimento crudívoro teve início em 1840, quando Sylvester Graham recomendava o consumo de alimentos crus como a dieta ideal. Em 1979, Aris La Tham — precursor moderno do movimento — inaugurou o restaurante Sunfire Foods, no bairro do Bronx, em Nova Iorque, e revolucionou o preparo de alimentos crus.

A primeira expansão, no entanto, aconteceu em San Diego, na Califórnia, com o surgimento de restaurantes especializados em preparações sem o uso de calor. Lá também começaram os encontros de grupos crudívoros e surgiram até grupos de apoio aos adeptos dessa alimentação. O movimento espalhou-se por Massachussets, Texas, Flórida e, especialmente, pela cidade de San Francisco. Curiosamente ou não, o movimento firmou-se em Nova Iorque nos anos 1999 e 2000. Na Europa também há interesse nessa filosofia alimentar, mas nada como o que acontece nos EUA.

Restaurantes em Nova Iorque

Nas preparações crudívoras a criatividade dos chefs é colocada à prova, porque não estamos falando de saladas bem decoradas, mas de bolos, tortas, massas, e tudo o mais que se possa inventar nessa modalidade culinária.

No restaurante David Jubb, os pratos mais pedidos são: David Jubb’s Smoothie, de leite de amêndoas cruas, acrescido de amoras e adoçado com néctar de cacto. O Vegetable Raw Burguer é um sanduíche feito de massa de sementes cruas moídas com tomate seco, camadas de alface, cenoura ralada, patê de azeitonas e tomate fresco.

Sun Burger, do Quintessence No Quintessence, que tem 3 lojas em Manhattan, o sucesso é o Sun Burger. O pão é de grãos germinados triturados e cozidos ao sol e o hambúrguer é uma mistura de castanhas-do-pará e polpa de cenoura, catchup cru e maionese elaborada com leite de avelãs, óleo vegetal prensado a frio e sementes de mostarda. O segundo mais pedido é o espaguete de abobrinha crua (cortada em tiras finas, imitando a massa) com tomates crus e molho verde. De sobremesa uma mousse de alfarroba coberta com glacê de coco e amoras.
Mousse de Alfarroba (fruto semelhante ao cacau)

No Bonobo’s, o destaque é para os sorvetes de frutas com castanhas.

O Green Paradise oferece a seus clientes deliciosos quiches crus. A crosta é feita de sementes moídas e o recheio cremoso é preparado com vegetais desidratados.

Em Nova Iorque há lojas especializadas para o consumidor crudívoro em que o adepto encontra as matérias-primas necessárias para o preparo das delícias cruas. E também equipamentos, como os desidratadores para secar frutas.

O movimento nos Estados Unidos

Nova Iorque é o centro do movimento, mas muitas coisas interessantes acontecem por todo o país. Em Washington, há uma padaria que vende pães, doces, bolos e balas, preparados sem utilização de calor que exceda a 45 oC. O livro Raw, do chef crudívoro Juliano, que tem um restaurante de sucesso em San Francisco, inspira receitas em restaurantes crudívoros do país. Pelos EUA, existem ainda spas e clínicas de tratamento que têm na dieta crudívora o principal motivo para o sucesso terapêutico de seus pacientes.

E no Brasil?

No Brasil, o movimento ainda tem poucos integrantes, mas já existem grupos que seguem a alimentação crudívora, como é o caso dos higienistas e essênios. Quem já experimentou as delícias da cozinha crudívora sabe a diferença de sabor e a vitalidade que os pratos proporcionam.
Comercialmente, em todo o mundo, é uma culinária que faz sucesso tanto entre adeptos quanto entre curiosos, e estou certo de que não seria diferente no Brasil.

Na foto, Frédéric, Higa (responsável pela nova edição), eu e Thiago.

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: